Advogados são presos por fraudes previdenciárias no Piauí durante operação da PF

Facapi

A Polícia Federal no Piauí (PF-PI) prendeu três advogados na manhã desta terça-feira (9) por meio da “Operação Bússola”, que investiga um grupo suspeito de fraudes previdenciárias no estado.

Marcus Nogueira, presidente da comissão de defesa das prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, informou que três advogados foram presos preventivamente em cumprimento de mandados.

Houve ainda cumprimento de mandados de busca e apreensão em residências e escritórios ligados aos profissionais. Segundo o presidente da comissão, pesa contra os advogados a acusação de fraude previdenciária.

VEJA TAMBÉM | Campo Maior não registrou caso de Covid-19 nas últimas 24h

Além deles, há servidores públicos entre os investigados. A PF ainda não informou quantas pessoas foram presas no total. Um entrevista coletiva será realizada às 10h, na sede da Polícia Federal da capital, para tratar sobre a operação.

FONTE: G1 PI