UFPI pode parar por falta de dinheiro para pagar energia e internet

UFPI

Facapi

A UFPI pode parar por falta de dinheiro para pagar conta de energia e ficar sem internet em todos os campi, impedindo o funcionamento da instituição. A denúncia foi feita na quarta-feira (17) no plenário da Câmara dos Deputados pelo deputado Merlong Solano, que recebeu ofício do reitor Gildásio Guedes pedindo ajuda. Com informações do Meio Norte.

O governo federal cortou cerca de R$ 18 milhões para o custeio da UFPI neste ano, impactando na precarização dos serviços de limpeza, segurança, manutenção predial e reduzindo os serviços de assistência estudantil. “Isso não é uma particularidade da UFPI, as universidades federais sofreram um corte de custeio da ordem de R$ 1 bilhão em 2021, afetando as atividades de pesquisa, ensino e extensão das instituições. Sem falar nos recursos para investimentos, que praticamente não existem mais”, destacou Merlong.

UFPI
UFPI pode parar por falta de dinheiro para pagar energia e internet. (Imagem: Reprodução)

Reitor pede ajuda

O reitor procurou o deputado pedindo apoio para garantir uma suplementação no orçamento de 2021 e a recomposição orçamentária para 2022 aos níveis de 2019. “O reitor entende o momento de crise econômica. Ele não pede muito, quer somente que o orçamento para o próximo ano seja equivalente ao de 2019 para que a universidade não seja obrigada a paralisar as suas atividades”, destacou o petista.

Veja também: VÍDEO: PM é baleado durante assalto em posto de combustível em Teresina

Merlong cobrou atitude dos deputados diante do atual cenário, uma vez que projeto de lei orçamentária para 2022 enviado ao pelo governo federal ao Congresso não repôs as perdas orçamentárias das universidades ao longo dos últimos anos e os recursos seguem insuficientes para garantir a manutenção das atividades.