Escolas de Teresina suspendem aulas após casos de Covid-19 em alunos

Facapi

Quatro escolas da rede municipal de ensino, em Teresina, suspenderam as aulas presenciais após casos de Covid-19 serem confirmados em alunos e funcionários.

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) informou à TV Clube que após o retorno das aulas de forma híbrida, os números de casos de Covid-19 têm sido baixos, o que comprova a eficácia das diretrizes seguidas nas unidades de ensino. De acordo com a secretaria, todos os colégios em que foram registrados casos da doença passarão por processos de sanitização.

A Escola Municipal Dom Hélder Câmara foi uma das unidades onde as aulas presencias foram suspensas. Em um vídeo gravado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (Sindserm), é possível ver desrespeito ao distanciamento social e adultos sem máscara (veja vídeo acima). As aulas presenciais serão retomadas no dia 3 de novembro.

Das mais de 300 unidades de ensino na capital, 140 já retomaram as atividades presenciais. O presidente do Sindserm, Sinésio Soares, afirmou que a rede municipal de ensino não se preparou para o retorno das aulas presenciais.

“A greve sanitária, agora, não está sendo por salário, está sendo pela saúde e pela vida desses profissionais para que eles não sejam infectados, pois a pandemia não acabou”, disse.

Aulas na rede estadual e privada

O governo do estado do Piauí determinou as aulas presenciais passam a ser obrigatórias a partir de 18 de outubro, no estado. A maioria das escolas públicas continua com o modelo híbrido. O retorno estava acontecendo de forma opcional às famílias e escolas, desde que o governo havia liberado eventos com até 500 pessoas.

Já na rede privada, as aulas retornaram ainda no mês de agosto no formato híbrido. O retorno valeu para o ensino infantil, fundamental e médio.

FONTE: G1 PI