http://coronavirus.pi.gov.br/
Sistema prisional no Piauí registra atualmente 378 infectados por coronavírus

Sistema prisional no Piauí registra atualmente 378 infectados por coronavírus

141 0

O Sistema prisional do estado do Piauí já registra 378 casos de contaminação pelo novo coronavírus, desde o início da pandemia, no último mês de março. Até o momento, foram infectados 127 policiais penais, 25 policiais militares, 51 servidores administrativos e 175 detentos.

Dos casos confirmados, 27 policiais penais, 24 servidores administrativos e 29 detentos ainda continuam apresentando sintomas da Covid-19.

Sistema prisional no Piauí registra atualmente 378 infectados por coronavírus
Sistema prisional no Piauí registra atualmente 378 infectados por coronavírus. (Imagem: Sejus/PI)

O sindicato dos Policiais Penais (Sinpoljuspi) denuncia que o número de casos pode ser ainda maior, por conta das dificuldades para a realização da testes no ambiente do sistema prisional do Piauí.

É muito maior o número, porque muitos policiais penais, sem o amparo do Estado para fazer os exames internos, dentro da unidade prisional, tiveram que buscar caminhos externos, como  planos de saúde, gastar do próprio bolso para poder custear os exames – ressaltou o presidente do Sinpoljuspi, Cleiton Holanda.

O Sindicato denuncia ainda que faltam Equipamentos de Proteção Individual e que servidores que possuem comorbidades estão sendo obrigados a continuar cumprindo as escalas de plantão.

Os maiores de 60 anos, com comorbidades, continuam trabalhando, submetidos a uma pressão psicológica. A gente ainda fica sofrendo com essa falta de equipamentos – disse Cleiton Holanda.

Em entrevista ao Notícia da Manhã, o diretor de inteligência da Secretaria de Justiça, Charles Pessoa,  afirmou que os equipamentos de proteção individual continuam sendo ofertados aos servidores e detentos do sistema prisional. De acordo com ele, a medida é fundamental para barrar o avanço da doença.

Desde o início da pandemia, a secretaria estabeleceu uma série de medidas com intuito de prevenir a entrada e a disseminação da Covid-19 dentro das unidades penais. Uma das medidas é o fornecimento de materiais, equipamentos de proteção individual, como máscaras, tanto para servidores, como para os próprios apenados –  pontua.

O diretor de inteligência da Sejus também garantiu que os testes de Covid-19 continuam sendo ofertados no sistema prisional.

Todas as unidades penais dispõem de testes para os servidores, mas nós temos que atender a as orientações dos órgãos de saúde. A secretaria de Justiça apresentou uma nota técnica. Se esses servidores se enquadrarem, apresentando os sintomas, conforme as orientações, temos sim os testes –  explica.

Todos os presos que adentram o sistema prisional são devidamente testados. Se, porventura, esse preso está infectado com a Covid-19 ele será direcionado a uma unidade penal específica, onde será disponibilizado o tratamento para esse custodeado – completa o diretor da Sejus.

Fonte: Cidade Verde

Related Post

close