JF tranquiliza servidores e garante que salário em dia é um compromisso da sua gestão

2246 0

Dando sequência aos trechos da entrevista concedida pelo prefeito Joãozinho Félix, na tarde desta quarta-feira, à FM Verdes Campos Sat, o gestor falou a respeito de uma série de problemas que a prefeitura vem enfrentando desde que assumiu no dia 1° de janeiro. Dentre os problemas estão as contas, débitos e pendências deixados pelo ex-gestor.

“Muitos servidores estão com salários atrasados. A maior parte ainda não recebeu o mês de dezembro, mas há relatos de servidores que estão com 5 meses de salários atrasados. Nós estamos estudando uma forma de pagar esses atrasados, muito embora seja uma responsabilidade do ex-prefeito. Nós assumimos no dia 1° de janeiro e vamos honrar os nossos compromissos a partir de agora”, disse o prefeito.

João defendeu cortar gastos e enxugar a máquina como medida para garantir recursos e disse que até o dia 05 de fevereiro efetua o pagamento referente ao mês de janeiro: “Pedi um prazo de até essa sexta-feira para solucionar salários atrasados dos servidores da saúde. Estamos no meio de uma pandemia e entendemos que a saúde passa por um caos e por isso precisa ser priorizada. Nós precisamos fazer uma série de cortes em gastos e enxugar o máximo possível para não deixar atrasar a partir de janeiro, inclusive queremos pagar o mês de janeiro até o dia 05 de fevereiro”, garantiu.

João disse que vai atrás da solução, mas que não pode ser responsabilizado por débitos da gestão passada: “Eles saíram dizendo que a prefeitura tinha dinheiro em caixa, mas se realmente tinha, por que não pagaram os servidores? A prova viva de que não tinha dinheiro é que agora o pessoal está com salário de dezembro atrasado e em dezembro quem administrava a cidade era eles. Mas o servidor não tem culpa da fragilidade com que conduziam o município, e eu me comprometo a solucionar o mais rápido possível”, disse.

Ainda de acordo com João, ao assumir, foram constatadas diversas irregularidades na administração pública: “Quando nós assumimos a prefeitura, nós descobrimos uma série de irregularidades. Tinha gente que estava recebendo sem nunca sequer ter botado os pés na Prefeitura; de pessoas que inclusive nem moram em Campo Maior. Desse jeito realmente não tem como sobrar dinheiro para fazer obras essenciais. Fizeram uma festa com dinheiro público e hoje nós estamos sentindo as consequências.’, finalizou.



WhatsApp


Related Post

close