Suspeito de atirar em PM durante assalto é solto por falta de provas

Suspeito de atirar em PM durante assalto é solto por falta de provas

353 0

Um dos suspeitos de atirar contra o Policial Militar, Airton Sousa, durante a tentativa de assalto nesta terça-feira (06) no Plastmed, foi preso pelo Esquadrão da Polícia Militar Montada e encaminhado para a sede do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa – DHPP, mas após prestar depoimento, o suspeito foi liberado por não haver evidências o suficiente para a atuação de flagrante.

De acordo com as informações do 5º Batalhão da Polícia Militar, o suspeito esta usando uma tornozeleira eletrônica no momento do crime. Ele foi localizado nas mediações do local e com ele a polícia encontrou um simulacro de arma de fogo, o caso segue em investigação.

Suspeito de atirar em PM durante assalto é solto por falta de provas
Suspeito de atirar em PM durante assalto é solto por falta de provas. (Imagem: R10)

Ainda de acordo com a PM, foi identificado alguns arranhões no corpo do criminoso, mas ele não conseguiu explicar os ferimentos. A Polícia acredita que houve uma luta corporal entre o suspeito e a vítima.

 Entenda o caso

Um policial militar identificado apenas como cabo Airton foi baleado, por volta das 6h40min desta terça-feira (6), enquanto trabalhava como segurança no Hospital Plastmed, localizado na Rua Elvídio Nunes, no bairro Jóquei, zona leste de Teresina.

Segundo a Polícia Militar, a vítima estava sentada em uma cadeira no posto de trabalho, quando dois homens chegaram em uma motocicleta anunciando o assalto. Durante a ação, os suspeitos roubaram o celular do segurança e, ao tentarem levar a arma, não conseguiram e atiraram no agente.

O segurança foi baleado na cabeça e estava consciente no momento em que foi socorrido.

A arma do vigilante foi deixada no local. A Polícia Militar está em diligências com o objetivo de localizar os acusados, que fugiram do local logo após o crime.



WhatsApp


Related Post

close