STRANS poderá intervir empresas de ônibus que não respeitem decreto em Teresina

180 0

Na última semana, o prefeito de Teresina Firmino Filho assinou o decreto 20.027 que permitiu que ônibus pudessem circular somente com a capacidade máxima de passageiros sentados, e com isso a prefeitura via uma medida aceitável para diminuir o contágio do novo Coronavírus nos transportes coletivos.

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS), entretanto, vê como viável a possibilidade de interromper empresas de ônibus que não estejam em adequação com as normas do decreto. O mesmo prevê que em horários de pico as empresas aumentem em pelo menos 40% o número de viagens.

Denilson Guerra, gerente de planejamento do STRANS informou que o órgão já recebeu denúncias de passageiros, e as principais delas são dos usuários da zona Sudeste da cidade, nas linhas Jardim Europa e São Paulo. Denilson ainda disse que o STRANS irá manter o monitoramento sobre os serviços prestados pelas empresas de ônibus.

Veja também | Governo divulga novo calendário do Auxílio Emergencial



WhatsApp


Related Post

close