Ribinha não está cumprindo o acordo de repasse a servidores da educação em Campo Maior

739 0

O relatório técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) que trata de denúncia do prefeito eleito Joãozinho Félix contra o atual gestor do município de Campo Maior Ribinha do PT informava que o chefe do Executivo municipal estava em atraso com ao menos duas parcelas referentes às contribuições devidas à previdência dos servidores da Educação.

“Quanto às contribuições devidas e não recolhidas no prazo legal do servidor de janeiro a setembro de 2020, foram recolhidas em valores  integrais, todas  as  unidades orçamentárias, com exceção dos valores devidos da Educação-FUNDEB do período de maio a setembro de 2020,  abarcadas por acordo firmado pelo atual prefeito com este Tribunal de Contas”, traz o documento.

Entretanto, “segundo o disposto nos sistemas deste Tribunal de Contas em consulta efetuada em 22/12/20, o prefeito descumpriu referido acordo, vez que não comprovou o recolhimento das contribuições devidas do servidor da Educação (FUNDEB), nas competências maio e junho de 2020, até 18/12/20” complementa o documento.

O gestor municipal ainda não se manifestou nos autos.

Esse relatório é o que traz informações sobre a cifra de R$ 22 milhões que figura como rombo negociado do Campo Maior-Prev.

FONTE: 180 Graus



WhatsApp


Related Post

close