Governo do Piauí firma convênio que prevê auxílio de R$ 200,00 para famílias em extrema pobreza

400 0

A vice-governadora do Piauí, Regina Sousa, assinou nesta segunda-feira (12) o convênio para a operacionalização do pagamento do auxílio mensal de R$ 200 para famílias em situação de extrema pobreza. O benefício será garantido pelo Programa Cartão Pró-Social do governo do estado.

O programa foi firmado com a Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc) e a Agência Piauí Fomento.

O cartão magnético nominal Pró-Social vai pagar R$ 200 mensais, com modalidade saque, a famílias identificadas no perfil do programa. Os critérios são famílias em pobreza extrema (com renda per capita de até R$ 89) e famílias em situação de pobreza (com renda per capita acima de R$ 89 até 178,00).

“Dentro do Pró-Social tem as famílias que chamamos de invisíveis, estão cadastradas, mas não recebem nada. Esse cartão é para inserir essas pessoas nos programas sociais. Nós avaliamos em seis meses de pagamento, mas se precisar prorrogar, o faremos”, explicou a vice-governadora.

Antes do pagamento, o governo irá realizar uma busca ativa, através da Secretaria Estadual da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc) para avaliar a situação dos beneficiados. A expectativa é que sejam encontradas mais de oito mil famílias.

Segundo a Sasc, a busca ativa será feita por meio da atualização do banco social do estado, Cadastro Único (CadÚnico) do Piauí. Além disso, informações dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) municipais também serão coletadas.

De acordo com Regina Sousa, o benefício não é tido como um auxílio emergencial, porque não tem caráter passageiro. Ela explicou que o principal objetivo no cartão social é inserir as famílias que não foram contempladas com nenhum benefício.

“As familias ou pessoas que poderão participar desse programa de beneficio financeiro devem estar cadastradas nos sistemas do governo e não podem estar contempladas em nenhum outro benefício socioassistencial, como o Bolsa Família ou mesmo o auxílio emergencial do governo federal”, explicou a vice-governadora.

A instituição financeira do estado, Piauí Fomento, gerenciará o pagamento do benefício por meio do cartão magnético Pró-Social. É a empresa quem irá credenciar a instituição financeira que pagará auxílio.

VEJA TAMBÉM | Errata: Sesapi corrige informação e esclarece que foram registrados 39 óbitos nas últimas 24h

Ao G1, a Sasc informou que as famílias que serão beneficiadas ainda estão sendo mapeadas, por isso ainda não há previsão de quando o auxílio será pago.

FONTE: G1 PI



WhatsApp


Related Post

close