Gaeco prende empresários acusado de fraudes em concursos e licitações

Gaeco prende empresários acusados de fraudes em concursos e licitações

395 0

Na manhã desta quinta-feira (17), a Polícia Civil do Piauí por meio do Departamento de Polícia Anticorrupção (DECCOR) e a Secretaria de Estado do Piauí por meio do GAECO e da Promotoria de Justiça de Cocal, iniciaram conjuntamente a 2º fase da operação Dom Casmurro.

Nessa fase, estão sendo executados mandados de prisão preventiva contra empresários, servidores públicos e demais integrantes dos grupos criminosos que operam o Instituto Machado de Assis e o Crescer Consultorias. A operação foi realizada em Teresina.

Gaeco prende empresários acusado de fraudes em concursos e licitações
Gaeco prende empresários acusados de fraudes em concursos e licitações. (Imagem: PC)

No trabalho realizado pela Polícia Civil, ficou comprovado que as referidas empresas constituem o núcleo empresarial que atua no Piauí e em outros estados há mais de 10 anos, fraudando licitações e concursos públicos. Os pesquisadores constataram que a licitação sempre teve como objetivo a contratação de duas empresas (em nome da interveniente (laranja), mas foi conduzida pelos líderes do grupo, beneficiário final do recurso.

Veja também: Polícia Federal deflagra operação “Acesso Negado II” no TJ-PI

Estão sendo cumpridos ainda mandados de sequestro contra o patrimônio dos investigados, todos já denunciados pelo Ministério Público acusados dos crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e fraude à licitações, em ação penal que tramita na Comarca de Cocal.

Participam da operação as equipes da polícia civil da Depre, do Greco, Polinter e da Delegacia de Nazária.

Fonte: Meio Norte



WhatsApp


Related Post

close