Projeto Lar da Juventude promove inclusão social através da música em Campo Maior

339 0

O prefeito Joãozinho Félix voltou ao Lar da Juventude de Campo Maior, na noite desta quarta-feira (21), para conhecer um pouco mais da parte pedagógica da instituição, que oferta o ensino gratuito de instrumentos de orquestra e a promoção de inclusão através da música como ferramenta de transformação social. O vereador Antonio Wilson Andrade também esteve presente, na ocasião.

A iniciativa nasceu do grupo Juventude Católica, da Diocese de Campo Maior, e as instalações funcionam num prédio histórico da cidade, que data de 1856, cuja reforma foi possibilitada através de doações e arrecadações da sociedade com a finalidade de oferecer formação cultural para crianças e jovens na área musical.

“O Lar da Juventude trabalha com cerca de 200 jovens, que estão aprendendo a manusear diversos instrumentos musicais. No futuro, Campo Maior poderá se tornar a primeira cidade do interior piauiense a contar com uma orquestra sinfônica própria. Com a ajuda do poder público,  autoridades e da comunidade em geral, esse projeto grandioso será viável”, destacou o coordenador do Lar da Juventude, Gean Medeiros.

O projeto Lar da Juventude foi uma das iniciativas aprovadas no Sistema de Incentivo Estadual à Cultura (SIEC), por meio da Secretaria de Estado da Cultura do Piauí – SECULT.

Ainda segundo o coordenador, quando a reforma da sede do projeto for finalizada, o local irá a oferecer também aulas de teatro e dança, passando a funcionar nos três turnos durante a semana. A iniciativa já possui uma banda de instrumentos de sopro, formada por alunos do projeto, chamada Banda XV de Agosto.

De acordo com o prefeito Joaozinho Félix, o Lar da Juventude irá contribuir diretamente com o desenvolvimento do setor cultural de Campo Maior: “A música é uma importante ferramenta de inclusão social. Todos os idealizadores estão de parabéns pelo projeto. A nossa Secretaria Municipal de Turismo e Cultura está a disposição desta instituição para juntos pensarmos em atividades e eventos que possam contribuir com o fomento da cultura local”, disse o gestor.

O projeto Lar da Juventude acontece duas vezes por semana, onde são ofertadas aulas de trompete, trombone, saxofone, violino, clarinete e outros. Além disso, o projeto também trabalha a inclusão social, estendendo as turmas para alunos com autismo. A sede do projeto fica na antiga cadeia pública municipal, na Praça do Rosário, Centro de Campo Maior.

 

 



WhatsApp


Related Post

close